ITALY MUSEUM: Ingressos Museus. Roteiros guiados e experiências
Agência de Turismo Italiana Oficial

Descubra Pisa

Todas as Categorias

Roteiros Guiados

Roteiros Privados

Descubra Pisa: descubra nossos roteiros guiados

Adicionar à Lista de Desejos

Pisa Passeio Guiado

Roteiros Guiados

Pisa Passeio Guiado

Saindo de Florença, passe uma tarde explorando esta maravilhosa cidade!

  • confirmação por email

  • voucher eletrônico aceito

  • visita de grupo

  • Duração: aprox. 5 horas

  • Guia multilíngue

A partir de 22.50 €

Reservar

Adicionar à Lista de Desejos

Pisa saindo de Florença: Praça dos Milagres e Torre Inclinada

Roteiros Guiados

Pisa saindo de Florença: Praça dos Milagres e Torre Inclinada

Aproveite este passeio de um dia para descobrir Pisa!

  • entrada reservada

  • confirmação por email

  • voucher eletrônico aceito

  • visita de grupo

  • Duração: aprox. 6 horas

  • Guia multilíngue

A partir de 65.00 €

Reservar

Descubra Pisa: aproveite nosso roteiro com um guia privado!

Adicionar à Lista de Desejos

Passeio Privado em Pisa

Roteiros Privados

Passeio Privado em Pisa

Um guia privado à sua disposição para visitar Pisa e admirar as suas belezas, como a Praça dos Milagres e o Batistério!

  • entrada reservada

  • confirmação por email

  • Entrada prioritária

  • voucher eletrônico aceito

  • Duração: aprox. 3 horas

  • guia privado

A partir de 21.60 €

Reservar

Adicionar à Lista de Desejos

Passeio Privado em Pisa con Subida à la Torre

Roteiros Privados

Passeio Privado em Pisa con Subida à la Torre

Uma visita privada fascinante que inclui subir na famosa Torre Inclinada, visitar a Catedral, o Batistério e o Camposanto!

  • entrada reservada

  • confirmação por email

  • Entrada prioritária

  • voucher eletrônico aceito

  • Duração: aprox. 3 horas

  • guia privado

A partir de 55.00 €

Reservar

POR QUE VISITAR PISA?

Porque Pisa é uma das mais belas cidades de arte na Itália: com edifícios, monumentos e museus que ajudam a manter viva a memória do passado, quando foi uma República Marítima e, por muito tempo, líder indiscutível do Mediterrâneo. Certamente, hoje em dia Pisa mantém firmemente o título de Rainha dos Estudos, conferido pelos florentinos; é uma cidade jovem, dinâmica e animada.

UM POUCO DA HISTÓRIA DE PISA

A cidade de Pisa foi construída perto da confluência dos rios Arno e Auser (atualmente chamado rio Serchio), em uma área de lagoa. Segundo a lenda, foi fundada por Pélope quando retornou da Guerra de Troia. Após a época dos etruscos, esse território foi conquistado por romanos que fundaram o "Portus Pisanus", uma frota que mais tarde se tornaria uma grande potência marítima.
Pisa tornou-se aliada de Roma e também uma colônia militar, liderando numerosas e vitoriosas batalhas. Com a queda do Império Romano, Pisa não sofreu o declínio de outras cidades: tornou-se parte da Tuscia começando a sua ascensão como principal porto do mar Tirreno e como centro comercial com a Córsega, Sardenha e as costas do Sul da França e Espanha. Com a vitória de Carlos Magno, a cidade se torna parte do feudo de Luca. Entre os séculos IX e X, a frota de Pisa lutou contra os piratas sarracenos, criando os alicerces para o futuro tráfego comercial. Durante a Idade Média, Pisa se tornou uma das quatro Repúblicas Marítimas da Itália, juntamente com Amalfi, Gênova e Veneza, começando um período de expansão e conquistas territoriais.
Durante o século XII, a importância de Pisa aumentou no Império Bizantino e em Constantinopla e a cidade obteve a posição de nação favorita, tradicionalmente conferida a Veneza. Neste período começou a guerra com a república marítima de Gênova devido a interesses comerciais comuns no Mediterrâneo ocidental e nos mercados do oriente. Com o tratado "antigenovese", Pisa e Veneza formaram uma aliança de colaboração para conquistar o mercado de Constantinopla. No início do século XIII, Pisa se empenhou na pacificação das relações com Gênova e expandiu a sua presença no Mediterrâneo, consolidando os interesses das classes mercantis.
O século XV foi o período de domínio florentino. Em troca da possibilidade de oferecer a Florença um aceso ao mar, Pisa obteve dos Médici obras de construção de edifícios públicos e civis. Assim começou o aterro gradual do porto causado pelos destroços levados pelo Arno, os atracos tornaram-se impraticáveis e, com os solos estagnados, a malária se espalhou. Em 1553, Alexandre de Médici se proclamou Duque e Pisa obteve muitas vantagens, como a recuperação do comércio, das indústrias, e a criação da Universidade. As melhorias continuaram com a família Lorena, mas depois pararam até a reaparição do Ressurgimento em 1848.
Em 1860, com o Grão-Ducado da Toscana, Pisa foi unida através de um plebiscito ao Reino da Itália. Com o fascismo, a cidade testemunhou uma dura ação repressiva e, em agosto de 1943, Pisa foi bombardeada. O processo de reconstrução foi iniciado com a sua libertação em 2 de setembro de 1944.

O QUE É PISA ATUALMENTE?

Esta cidade, que no passado foi uma das quatro Repúblicas Marítimas, é atravessada pelo rio Arno e surge em uma área plana chamada 'Valdarno inferiore', fechada ao norte pelos Montes Pisanos. Atualmente é repleta de belezas culturais e artísticas atemporais que chamam a atenção de quem a visita.
Pisa é um município italiano, capital da província homônima na Toscana. Entre os monumentos mais importantes da cidade está a famosa Praça do Duomo, também conhecida como Praça dos Milagres, declarada Património Mundial da UNESCO. Nessa praça está a Catedral, construída entre 1063 e 1118 em estilo românico de Pisa; a Torre Inclinada, com um campanário do século XII e hoje um dos monumentos italianos mais famosos do mundo por causa de sua característica inclinação.
Atualmente, a cidade é sede de três das mais importantes instituições universitárias da Itália e da Europa, a Universidade de Pisa, a ‘Scuola Normale Superiore’ e a ‘Scuola Superiore Sant'Anna’, além da maior sede do Conselho Nacional de Pesquisa (CNR) e outros numerosos institutos de pesquisa.

CURIOSIDADES SOBRE PISA

Você sabia que na Idade Média, entre 1383 e 1637, a Ponte di Mezzo se chamava Ponte Vecchio e, na Ponte Vecchio de Florença haviam lojas em ambos os lados? Além disso, a reconstrução da Ponte di Mezzo foi realizada algumas dezenas de metros mais próxima do vale em relação à Ponte Vecchio do século XIV.
Você sabia que no campanário da Torre de Pisa há sete sinos, um para cada nota musical? Um destes sinos se chama Sino de San Ranieri, porém em Pisa é conhecido como o Sino do Traidor. Isso se deve ao fato de que na Idade Média o sino sempre soava quando era realizada uma execução por traição.

O QUE VER EM PISA

Quando falamos de Pisa, é inevitável não nos referirmos à sua torre inclinada, mas esse impressionante campanário é apenas um dos muitos monumentos que essa bela cidade tem a oferecer. Comece o seu percurso na bela Praça do Duomo, que inclui um complexo arquitetônico único no mundo, conhecida como Praça dos Milagres, e onde encontram-se os principais monumentos da cidade: a Torre Inclinada de Pisa, o Duomo, o Batistério e o Campo Santo.
Outra parada obrigatória na sua visita a Pisa é a Piazza dei Cavalieri, desenhada por Giorgio Vasari, recebe o seu nome em homenagem ao quartel general da Ordem de Santo Estêvão, a mando de Cosimo de Médici. A Piazza dei Cavalieri é decorada com figuras alegóricas e signos do zodíaco. Nela também está localizado o Palazzo della Carovana, a sede atual da Scuola Normale di Pisa, e da Torre do Relógio.
Se você gosta de museus, visite o Palazzo Reale, construído em 1159 e reestruturado a mando de Cosimo I de Médici entre 1583 e 1587. O Palazzo Reale se tornou a sede do Museu Nacional do Palácio Real em 1989 e reúne obras-primas de Rafael, Canova, Guido Reni, mas também de armaduras, coleções privadas de quadros flamengos e muito mais.
Na sua visita a Pisa você não pode deixar de conhecer o Borgo Stretto, um dos bairros mais típicos e antigos da cidade. Rico em construções históricas dos séculos XIV e XV: você poderá caminhar sob os pórticos que abrigavam mercados medievais, percorrer as ruas que terminam em pequenas praças e admirar o Casino dei Nobili, um edifício datado do século XVIII.
Lembre-se também que Pisa encontra-se a 45 minutos de trem de Luca e a uma hora de Florença!

A Toscana Oculta: Atrações