ITALY MUSEUM: Ingressos Museus. Roteiros guiados e experiências
Agência de Turismo Italiana Oficial

Mapa de Florença

POR QUE VISITAR FLORENÇA?

A cidade de Florença nasceu na segunda metade do século XIV com o movimento artístico conhecido como Renascimento, e desde então é considerada o berço mundial da arte e da arquitetura, além de ser uma das cidades mais bonitas do mundo. Mais um motivo para visitar esta maravilhosa cidade, única no mundo!

UM POUCO DA HISTÓRIA DE FLORENÇA

Originalmente Florença era um povoamento para soldados veteranos fundado por Júlio César no ano 59 a.C. Foi fundada pelos romanos como Florentia, que em latim significa floração. No início do século IV a cidade vivenciava períodos turbulentos sub o governo ostrogodo e bizantino. A paz retornou no século VI com o governo lombardo e no ano 774 foi conquistada por Carlos Magno e se tornou parte do Ducado da Toscana.
Aproximadamente no ano 1000, o Marquês Hugo escolheu Florença como residência e assim teve início a Idade do Oro da Arte Florentina. Em 1013 começou a construção da Basílica de San Miniato al Monte e a parte externa do Batistério foi refeito em estilo românico. No século XII surgiu o estilo gótico com a escola de Giotto e com a escola de Boccaccio. A cidade se tornou uma das mais potentes e prósperas da Europa, chegando a ter a sua própria moeda de outro, o florim de ouro, ou florim florentino, introduzido em 1252. Muitos bancos florentinos tinham filiais em toda a Europa, e o florim se tornou a moeda dominante do comércio.
Florença estava sob o domínio da família Albizzi (1382-1434), rivais da família Médici. Cosimo de Médici foi o primeiro a controlar a cidade. Apesar de que a cidade contava com uma espécie de democracia, o seu poder provinha de uma rede de patrocínios e alianças, e o fato que os Médici eram os banqueiros do Papa contribuiu para a sua ascensão. Lourenço de Médici (1469) foi o grande defensor das artes, e com ele trabalharam artistas como Michelangelo, Leonardo Da Vinci e Botticelli. Após a morte de Lourenço em 1492, o seu filho Pedro II foi exilado e assim terminou o primeiro período dos Médici, substituído por um governo republicano. O monge dominicano Girolamo Savonarola se tornou o prior do mosteiro de São Marcos em 1490 e instituiu reformas políticas obsessivas. Os florentinos, cansados de seus ensinamentos radicais, se revoltaram contra ele e o prenderam. Em 1498, foi declarado herege e queimado na fogueira da Piazza della Signoria. Em 1537, os Médici tornaram-se duques hereditários de Florença e, em 1569, os Grão-duques da Toscana por dois séculos.
A extinção da família Médici e a ascensão de Francisco Stefano em 1737, Duque da Lorena e marido de Maria Teresa da Áustria, levaram a uma inserção temporária da Toscana nos territórios da coroa austríaca, passando depois à dinastia Habsburgo-Lorena e depois aos Bourbon-Parma. A Toscana se tornou uma província do Reino da Itália em 1861. Florença substituiu Turim como a capital da Itália em 1865 e estabeleceu o primeiro parlamento do país, substituído seis anos mais tarde por Roma.
Nos séculos XIX e XX a população de Florença dobrou e triplicou com o aumento do turismo, do comércio, dos serviços financeiros e da indústria. Durante a Segunda Guerra Mundial, a cidade sofreu uma ocupação alemã (1943-1944) e foi declarada cidade aberta.

O QUE É FLORENÇA ATUALMENTE?

Florença é a capital da Toscana, é uma cidade localizada ao norte desta região central da Itália e atualmente conta com 382.258 habitantes (segundo dados de 31/12/2016).
A cidade de Florença é conhecida no mundo todo pelo seu enorme patrimônio artístico e arquitetônico. O estilo artístico mais desenvolvido na cidade é o renascentista, que surgiu em Florença na segunda metade do século XIV. Entretanto, conta também com um importante patrimônio em outros estilos. O centro histórico de Florença foi declarado Patrimônio Mundial pela Unesco em 1982.

CURIOSIDADES SOBRE FLORENÇA

Você sabia que Florença foi a capital da Itália entre 1865 e 1871? Antes de Florença, a capital da Itália era Turim, e em 1871 este título passou para Roma, que é a capital até os dias de hoje.
Você sabia que a Ponte Vecchio é a única ponte da cidade que sobreviveu os bombardeios nazistas durante a Segunda Guerra Mundial? Esta maravilhosa ponte de pedra com casas e lojas suspensas era a ponte mais antiga da Europa, incialmente construída de madeira e atualmente símbolo da cidade de Florença.
Você sabia que o Palácio Vecchio foi a sede do governo de Florença? Em 1302 este edifício se tornou a sede do poder civil de Florença, e recebeu o nome de Signoria ou Palazzo della Signoria. Ainda hoje é o edifício onde se encontra a sede da prefeitura da capital da Toscana.

ATRAÇÕES DE FLORENÇA

Florença possui inúmeras atrações, entre as mais conhecidas (veja o Mapa de Florença):
Duomo de Florença: consagrada a Santa Maria del Fiore, remonta ao século XIV. Famosa pela sua grande cúpula desenhada por Brunelleschi, um dos maiores arquitetos do Renascimento. No seu interior possui afrescos do Juízo Final de Giorgio Vasari.
Palácio Vecchio: sede da prefeitura de Florença, é famoso pelo seu campanário. Além disso, possui várias salas e uma pequena coleção de obras de arte como a Vitória de Michelangelo e o Anjo com o golfinho de Andrea del Verrocchio.
Galeria Uffizi: o museu número um da Itália e do mundo em relação à pintura renascentista, possui também uma coleção de pinturas que vão do período gótico até os anos 700.
Galeria da Academia: famosa por abrigar a escultura original do David de Michelangelo.
Jardins de Boboli: um belíssimo jardim italiano de estilo renascentista, com temática geométrica que sofreu numerosas ampliações, criando ambientes diversos. Os seus terraços oferecem uma vista magnífica de Florença.

Florença: Atrações