ITALY MUSEUM: Ingressos Museus. Roteiros guiados e experiências
Agência de Turismo Italiana Oficial

Museu Nacional Romano

Todas as Categorias

Ingressos

Museu Nacional Romano: reserve seu ingressos agora!

Adicionar à Lista de Desejos

Museu Nacional Romano – Ingresso combinado

Ingressos

Museu Nacional Romano – Ingresso combinado

3 dias para visitar Palazzo Massimo, a Cripta de Balbo, o Palazzo Altemps e as Termas de Diocleciano com um único ingresso combinado!

  • entrada reservada

  • Entrada prioritária

  • Atenção: voucher para impressão

  • confirmação automática

A partir de 4.00 €

Reservar

POR QUE VISITAR O MUSEU NACIONAL ROMANO?

Visitando as Termas de Diocleciano, além do museu, você também poderá ver a imponente Aula Décima com o túmulo dos Platorini e dois túmulos da Necrópolis da Via Portense. Visitando a Cripta de Balbo você poderá conhecer a história deste lugar desde a Antiguidade até os dias atuais e ver as transformações da cidade de Roma que aconteceram desde o final da Antiguidade tardia até a Idade Media.
Por outro lado, no Palazzo Massimo, você poderá admirar uma bela coleção de arte clássica, incluindo esculturas, afrescos, mosaicos e moedas, e no Palazzo Altemps você poderá admirar esculturas gregas e romanas dos séculos XVI e XVII que pertenciam às famílias nobres romanas. Se a arqueologia e a história da arte antiga te fascinam, percorrer o circuito do Museu Nacional Romano certamente te oferecerá uma oportunidade para estudar e aprofundar os seus interesses e conhecimentos nesta área.

UM POUCO DA HISTÓRIA DO MUSEU NACIONAL ROMANO

O Museu Nacional Romano foi fundado no final do século XIX para conservar e exibir as obras que pertenciam à cidade de Roma do período histórico que vai do século V a.C. ao século III d.C. Aqui foram recebidas as coleções do Museu Kircheriano e da Villa Ludovisi, além de algumas das descobertas de achados arqueológicos na cidade de Roma.
A primeira sede encontrava-se dentro das Termas de Diocleciano, no claustro da Basílica de Santa Maria dos Anjos e dos Mártires. No final de 1900, o Museu se expandiu para as sedes do Palazzo Massimo, Palazzo Altemps e Cripta de Balbo.

O QUE É O MUSEU NACIONAL ROMANO ATUALMENTE?

O Museu Nacional Romano é um museu arqueológico divido em quatro sedes e organizado pela Superintendência do Patrimônio Arqueológico da cidade de Roma. É possível visitar todas as quatro sedes com um único ingresso válido por três dias. As sedes são: Palazzo Massimo, Palazzo Altemps, Cripta de Balbo e as Termas de Diocleciano.
O Palazzo Massimo, construído pelo arquiteto Pistrucci no final do século XIX, abriga uma seção numismática e de ourives, além de uma seção de arte antiga. O Palazzo Altemps, construído pela família Riario no século XV, está localizado não muito longe da Piazza Navona e abriga a seção de história da coleta e a coleção egípcia. Também faz parte do edifício um teatro antigo, atualmente utilizado para exposições temporárias. A Cripta de Balbo é a sede do Laboratório Arqueológico, onde são realizadas atividades de restauração, arquivo e estudo, relacionadas ao complexo do antigo teatro de Balbo, em Roma, e abriga a seção de arqueologia e história da paisagem urbana e a seção sobre a cidade de Roma da Antiguidade à Idade Medieval. As Termas de Diocleciano foram construídas por volta do ano 300 d.C. e encontram-se entre as Piazza della Repubblica, a Piazza dei Cinquecento, Via Volturno e Via XX Settembre. No seu interior atualmente encontra-se a seção epigráfica, a seção da proto-história e no exterior é possível visitar os jardins.

CURIOSIDADES SOBRE O MUSEU NACIONAL ROMANO

Você sabia que o nome Palazzo Altemps deriva do Cardeal Marco Sittico Altemps que morou ali em 1568? A coleção que é atualmente visível no itinerário do museu vem de famílias nobres romanas, como as famílias Ludovisi, Mattei e Del Drago. No teto do edifício há um íbex-dos-alpes que é o emblema da família Altemps.
Você sabia que as Termas de Diocleciano, construídas entre os anos 298 e 306 d.C., são o maior complexo termal construído? Elas se estendiam por 13 hectares e podiam acomodar até 3.000 pessoas em um percurso com bibliotecas, academias, uma grande piscina de 3500 metros quadrados e três ambientes típicos das termas romanas, o frigidarium, o tepidarium e o calidarium.

COMO POSSO VISITAR O MUSEU NACIONAL ROMANO?

É possível visitar o Museu Nacional Romano comprando o ingresso online. Recomendamos que você reserve o ingresso combinado, válido por 3 dias, assim poderá visitar todas as sedes do museu (o Palazzo Massimo, a Cripta de Balbo, o Palazzo Altemps e as Termas de Diocleciano).

OUTRAS ATRAÇÕES

Seguindo o itinerário do Museu Nacional Romano e utilizando o Mapa de Roma, você poderá visitar muitos outros monumentos e lugares de interesse histórico e cultural, como a Piazza di Spagna com a Escadaria de Trinità dei Monti, a Piazza Navona com a Fonte dos Quatro Rios no centro da praça ou a maravilhosa Fontana di Trevi, uma das fontes mais famosas do mundo.
Muito próximo ao Palazzo Altemps, passando pela Piazza Navona, você poderá visitar o famoso Coliseu, o Palatino e o Fórum Romano. A partir do Coliseu, com uma curta caminhada, você também poderá visitar a Domus Aurea do Imperador Nero. O Palazzo Altemps encontra-se no lado oposto do rio Tibre com relação ao Castelo de Santo Ângelo e à Cidade do Vaticano. Dentro do Estado do Vaticano você poderá admirar a Basílica de São Pedro, o enorme tesouro conservado nos Museus do Vaticano ou os afrescos da Capela Sistina, além de passear pelos Jardins do Vaticano.
A Cripta de Balbo, por outro lado, encontra-se muito perto dos Museus Capitolinos e se você quiser continuar descobrindo as ruínas da Roma Antiga, visite as Termas de Caracala, a Villa dos Quintílios, as Catacumbas ou então o Panteão e a Ara Pacis. No entanto, se você quiser mergulhar nas obras de arte das Galerias romanas, visite a incrível Galeria Borghese ou, um pouco fora de Roma, a Villa d'Este em Tivoli. A meia hora de Roma, você não pode deixar de ver a bela aldeia de Castel Gandolfo, a residência de verão do Papa.

Roma: Atrações